diHITT - Notícias

Brasil tem celular pré-pago mais caro da América Latina, diz estudo

sexta-feira, 9 de julho de 2010 Pastor Ricardo

06/07/2010 - UOL
Da Redação, em São Paulo

O Brasil tem a tarifa de celulares pré-pagos mais cara da América Latina e do Caribe. De acordo com estudo regional, o gasto do brasileiro com um celular pré-pago foi de US$ 45 no segundo trimestre do ano passado, 75,2% a mais do que o de Honduras, o segundo país com maior custo na América Latina, US$ 25,69.

Os dados são de pesquisa realizada pelo Dirsi (Diálogo Regional sobre a Sociedade da Informação). Foram pesquisados 20 países do Caribe e da América Latina.

Em comparação com a Jamaica, que tem o menor custo do continente (US$ 2,21), a diferença é de mais de 20 vezes.

Os preços do estudo são referentes à utilização de um aparelho pré-pago para a realização de 360 ligações e envio de 395 mensagens.

No Brasil, 82,4% dos aparelhos celulares são pré-pagos, enquanto os 17,6% restantes são pós-pagos. Os dados são da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) e são relativos a maio deste ano.

No geral, as tarifas na América Latina são mais altas do que em outros lugares do mundo. Os gastos com celulares pré-pagos dos latino-americanos são, em média, de US$ 15.

Em países membros da OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico), que inclui Europa e Estados Unidos, o gasto médio é de US$ 13,50, enquanto nos países asiáticos o valor destinado para tal despesa é de US$ 3,60.

Diante de tal cenário, conclui o estudo, o tempo de uso dos celulares pré-pagos ainda é baixo na região, sobretudo, no Brasil -apesar de os pré-pagos serem a maioria entre os usuários.

O tempo gasto pelos latino-americanos com serviços disponíveis nos celulares é de 116 minutos por mês, enquanto na África é de 129 minutos e na região da Ásia–Pacífico, de 290 minutos.

Related Posts with Thumbnails